Aos 18 anos foi admitido na Universidade de Trás-os- Montes e Alto Douro, no curso de Engenharia Florestal, que concluiu no ano de 1994.

Pós- graduação em Gestão Pública e Autárquica, no ano de 2002.

Foi Membro da Comissão Instaladora da Fundação Rei D. Dinis, Presidente do Conselho Fiscal da Rádio Universidade Marão cooperativa da Radiodifusão, CRL e Membro da Comissão de Gestão do Sport Clube de Vila Real entre 2004 e 2005.

Antes de concluir a licenciatura, começou a sua atividade profissional como professor do ensino secundário, nas áreas de Física e Matemática. Após a conclusão da licenciatura, foi convidado pelo Reitor da UTAD, Prof. Doutor Torres Pereira, para integrar a equipa de apoio à reitoria, com competências na relação desta com os Alunos e os seus representantes. Em 1999 foi nomeado Administrador dos Serviços da Ação Social da Universidade, cargo que ocupou até 2005.

A sua saída deveu-se à nomeação para Diretor da Segurança Social Distrital de Vila Real, instituição que liderou até 2010, momento em que optou por regressar à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, desta vez como Administrador da Universidade. Continua a pertencer ao quadro de pessoal desta Universidade, como técnico superior.

Foi eleito deputado da Assembleia Municipal de Vila Real entre 2001 e 2009. Foi também eleito vereador da Câmara Municipal de Vila Real, apenas com 28 anos, no mandato 1997/2001.

Mais tarde, em 2009, foi novamente eleito vereador sem funções executivas do Município de Vila Real, na sequência da sua candidatura a Presidente da Câmara Municipal, que não venceu. Em 2011 foi o segundo candidato, do Distrito de Vila Real. Foi eleito Deputado da Nação, integrando as comissões parlamentares de Segurança Social, Agricultura e Mar e Educação, Ciência e Cultura, sendo que nesta última coordenava os deputados do Partido Socialista. Em 2013, ao fim de dois anos de mandato, teve que abdicar do lugar de Deputado, na sequência da segunda candidatura à Presidência da Câmara Municipal de Vila Real, que venceu.

Desde que assumiu funções como Presidente da autarquia, foi eleito como membro do conselho diretivo da Associação Nacional de Municípios Portugueses e como Vice-presidente do Conselho Regional do Norte, órgão consultivo da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).