Questionar o mundo e as suas transformações, a partir do Douro. Produzir inovação e transformação nas práticas económicas e culturais na Região.

 

No dia 10 de Maio, às 16:00, na Aula Magna da UTAD o programa “Eco-Mateus” inicia com a conferência de Alfons CornellaDistâncias críticas. Os Abismos crescentes entre homens, máquinas, negócios e sociedades” que marca o arranque do Programa Eco-Mateus | Douro4.0 Contrastes e Revolucões.

Esta conferência é a nº5 do programa “radical” do Institut of Next/Infonomia, dirigido por Alfons Cornella e sediado em Barcelona. Estas conferências apresentam um retrato do momento atual à escala global, identificando tendências e riscos, mas também as possibilidades contidas na transição para um mundo tecnologicamente avançado e socialmente mais justo. A Conferência decorrerá na Aula Magna da UTAD, pelas 16:00, e será seguida de um debate ao fim da tarde sobre o tema “Distâncias curtas: respostas locais a problemas globais?”, na Casa de Mateus.

 

 

No dia 11 de Maio, o programa o programa  “Eco-Mateus”  continua no âmbito do seminário “Douro 4.0 – Contrastes e Revoluções“.

O seminário decorre no Régia Douro Park (as duas primeiras sessões) e a Casa de Mateus (a partir das 18:30). Debruça-se sobre as especificidades da região do Douro em torno de três tópicos interligados: como valorizar a Região, como pôr o território a funcionar, e, em jeito de conclusão, como contar o Douro numa perspetiva de projeção num futuro sustentável que responda aos desafios do presente.

 

Em Julho, entre os dias 12 e 14, a reflexão sobre o Douro prossegue no âmbito da Mini-Escola de inovação  da UTAD-FCM, atelier para empreendedores dirigido por Alfons Cornella, a partir de temas relacionados com o futuro da alimentação e da agricultura.

 

Programa

Quinta, 10 de Maio

Aula da Magna da UTAD

Radical#5_Alfons_Cornella

 

16:00-18:00Conferência de Alfons Cornella

radical#5, Distâncias críticas. O Abismo crescente entre homens, máquinas, negócios e sociedades

Antigo Lagar de Azeite da Casa de Mateus

19:00“Distâncias curtas; respostas locais a problemas globais?”, Jantar-debate

 

Sexta, 11 de Maio 

Seminário Douro 4.0 – Contrastes e Revoluções

Régia Douro Park: Workshop – Value from Territory and Terroir. / Como valorizar a Região

09:00-09:15 Receção dos participantes

09:15-12:30 – Sessão 1.  Science to build and defend value.  

Setting the scene 1 – Ettore Capri, l’Università Cattolica del Sacro Cuore, Piacenza, Itália.

Is it possible to turn a glass of wine into an effective vehicle to diffuse Sustainable Development Goals?

Setting the scene 2 – António Graça; SOGRAPE Vinhos de Portugal

Closing the loop: the role of consumers in defining terroir.

Research presentations:

Wine Authenticity – a multidisciplinary Challenge. Paula Martins-Lopes: UTAD & PIVV

Climate change and the threats to terroir. João Santos: UTAD & PIVV

14:00-17:30 – Sessão 2. Making the territory work. / Como fazer o território funcionar

Setting the scene 1 – Maria Ferrand, University of Edinburgh.

Branding the Douro territory in wine labels.

Setting the scene 2 – António Filipe, Liga dos Amigos do Douro Património Mundial.

 Keeping the World Heritage status vital. (Provisional title).

 

Research presentations:

Consumer preferences for wine and the cultural landscape.

Lina Lourenço-Gomes |Tânia Gonçalves: UTAD & PIVV

Costs of production, costs of territory. Ana Alexandra Costa: UTAD & PIVV

Wine tourism, a way of valorizing the terroir. Veronika Joukes: UTAD & PIVV

 

Casa de Mateus

18:00–21:00 – Sessão 3. Como contar o Douro. 

Alfons Cornella, Carlos CoelhoGraça Saraiva,  Joaquim MorenoJorge SerôdioManuel Carvalho e Olga Martins.

 

12 a 14 de Julho – Mini-Escola de Inovação dirigido por Alfons Cornella.

Evento no Facebook

 

Apoios:

A Conferência de Alfons Cornella “radical#5, Distâncias críticas. O Abismo crescente entre homens, máquinas, negócios e sociedades”, o Seminário Douro 4.0 e o Atelier da Mini-Escola de Verão de Inovação são financiados por: