Otelo Lapa nasceu em Nampula em 1962. Formou-se em Relações Públicas e Publicidade. Entre 1983 e 1991 colaborou com o Teatro Nacional de São Carlos tendo começado com figuração, casting de figuração, e entre 1989 e 1991 foi assistente de Produção e Direcção de Cena. Paralelamente faz assistência de encenação em óperas de Emílio Sagi, Paolo Trevisi e Pieri Luigi Pisi e em 1990 é assistente no Workshop orientado por  Robert Wilson e Philip Glass, preparatório para a ópera “o Corvo Branco” apresentada na Expo98, na qual veio a colaborar.

Em 1991/92 é assistente do Comissário Ricardo Paes na Coimbra Capital do Teatro sendo responsável pela Frente Casa e Direcção de Cena de diferentes espaços. Em 1992/93 é Director de Cena no Festival Internacional de Teatro no Teatro D. Maria II e em 1993 integra a equipa de Direcção de Cena do CCB onde exerceu funções de Director de Cena coordenador da equipa,  composta por 2 Directores de Cena e 3 Assistentes.

Entre 1998 e 2003 participa em vários projectos e espectáculos tanto de teatro como de ópera como assistente de encenação e em 1999 inicia uma colaboração pedagógica regular com o Fórum Dança, onde orienta e lecciona o módulo de Direcção de Cena e de Práticas de Palco e Espaços Teatrais no curso de Gestão e Produção das Artes do Espectáculo. Desde aí tem leccionado em diversas instituições nesta mesma área de formação tais como Teatro Maria Matos (Workshop de Direcção de Cena),  Centro das Artes da Casa das Mudas, Calheta, Madeira (workshop de Gestão, Produção e Direcção de Cena das Artes do Espectáculo),  Escola Superior de Dança de Lisboa (professor de Direcção de Cena entre 2005/2007), F. C. Gulbenkian (professor no segundo curso de Encenação de Opera) e Chapitô Lisboa – Escola Profissional de Artes do Espectáculo (professor da disciplina de Gestão de Recursos).

Em 2003, a convite da Fundação Calouste Gulbenkian, integra os quadros desta instituição, onde faz a restruturação e coordenação da área de Espectáculos e Congressos, exercendo presentemente funções de coordenação da equipa de Apoio a Espectáculos e da Direcção de Cena.

Em 2009 é convidado pelo Ministério da Cultura, Direcção Geral das Artes, para integrar a comissão de avaliação para os projectos apoiados pela DGA  do Alentejo.