Orquestra Barroca de Mateus

A Orquestra Barroca de Mateus estreou-se no dia 28 de Setembro de 2018, com o espectáculo Setaro, Construtor de Utopias.

Sob a direção artística e musical do maestro e musicólogo Ricardo Bernardes, é formada por alguns dos melhores músicos atuantes em Portugal e Espanha, especializados na interpretação historicamente informada e com instrumentos de época.

O projeto de constituição da Orquestra nasce da tradição iniciada por Marie Leonhardt com o Ensemble Barroco de Mateus, num contexto que é hoje de recuperação e intensificação das atividades musicais da Fundação da Casa de Mateus, marcadas pela realização, nos últimos anos, dos ciclos de concertos Memórias e Caminhos de Mateus e do regresso dos Encontros Internacionais de Música, ambos centrados na exploração dos repertórios e práticas das músicas antiga e barroca.

O seu repertório será abrangente, embora confira uma especial atenção à produção musical ibérica e de estética italianizante, bem como às suas ramificações no Brasil e na América Latina entre o séc. XVI e os inícios do séc. XIX.

O concerto inaugural da Orquestra, intitulado Setaro, construtor de utopias, celebra a disseminação da ópera no Norte de Portugal e na Galiza, entre os anos 50 e 70 do séc. XVIII, bem como a sua projeção em terras brasileiras através do 4º Morgado de Mateus, D. Luís António, Governador da Capitania-Geral de São Paulo entre 1765 e 1775.

Depois deste concerto de estreia, em que contará com a presença de solistas com a espessura da mezzo-soprano americana Vivica Genaux e do barítono espanhol Borja Quiza, sob a encenação de Mario Pontiggia e em co-produção com a associação Amigos da Ópera da Coruña, a Orquestra prosseguirá a sua estratégia de construção de parcerias, afirmando a Fundação da Casa de Mateus como um pólo de produção e irradiação artísticas nos planos nacional e internacional.

 

Ricardo Bernardes – direcção musical

Violinos I:  Tera Shimizu, Elena Vasquez Ledo, Boyana Maynalovska

Violinos II: Álvaro Pinto, Philip Yeeles

Viola: Maria Pampano

Violoncelo: Raquel Reis

Contrabaixo: Tiago Pinto-Ribeiro

Oboé: Fabio D’Onofrio

Trompas: Edouard Guittet, Jorge Fuentes Arce

Cravo: Catarina Sousa

Tiorba: Pedro Martins

Bandolin: António Vieira

 

 

Please follow and like us:
0