An ernormous range of musical styles and instrumenst have been heard in the House’s rooms and gardens since 1979.

 

XVIII Cursos Internacionais de Música da Casa de Mateus – Encontros de Música

 

Sob a direcção artística de Ricardo Bernardes e pedagógica de António Carrilho, a Fundação retoma os Cursos Internacionais de Música que são desde 1978, dos mais tradicionais e prestigiados festivais de música barroca da Europa. Os cursos, concertos e conferências acontecem no ambiente mágico de um dos mais belos palácios do século XVIII em Portugal. Esta edição, programada para entre os dias 12 a 18 de Agosto, reúne professores das edições anteriores assim como ex-alunos, hoje com brilhantes carreiras internacionais.

(para descarregar o cartaz, clique aqui)

 

Conferência inaugural: Rui Vieira Nery

Direcção artística: Ricardo Bernardes

Direcção pedagógica: António Carrilho

Professores:

Para mais informação, clique aqui.

 

Caminhos de Mateus – Música e Arquitetura na rota de Nasoni

Ilustração sonora do património edificado

Nicolau Nasoni (San Giovanni Valdarno 1691 – Porto 1773) foi certamente um dos maiores arquitectos actuantes em Portugal durante o séc. XVIII e as suas obras edificadas no Norte de Portugal estão entre os expoentes máximos da estética barroca italianizante adaptada ao contexto português.

A obra de Nasoni insere-se, no entanto, num rico e complexo diagrama artístico e cultural de renovação estilística em que as outras artes, como a música, possuíam um papel importante na teatralização do poder e da equiparação de Portugal com as outras potências europeias.

O projecto “Caminhos de Mateus na rota de Nasoni”, como uma vertente dos “Caminhos de Mateus – 2018-2019” será orientado para a valorização do Património Imaterial como uma Ilustração Sonora do Património Edificado de Nicolau Nasoni com concertos de música do tempo do arquiteto italiano relacionada com a produção de Nasoni em Vila Real, no Porto e em Lamego.

Os concertos terão, no seu programa, música portuguesa e italiana coeva ao grande arquitecto, quer para o contexto religioso das suas igrejas e capelas quer para sua arquitectura civil.

O Programa inicia em 2018 com uma conferência sobre a relação entre arquitectura e música e a circulação europeia no século XVIII, entre Itália, Malta, Espanha e Portugal e um concerto que ilustra este intercâmbio:” Maestri – Discipuli  – Os bolseiros portugueses em Nápoles do séc. XVIII”.

Prevê-se ainda que se realize um concerto em colaboração com os amigos da ópera da Coruña programado por César Wonenburger. Este espectáculo será também alusivo aos 250 anos da Ópera da Coruña.

 

 

Residência Artística

Tirando partido da sua capacidade de acolhimento e com os objetivos de contribuir para apoiar os intérpretes e a difusão da música antiga e erudita, em 2018, a Fundação apoiará a realização de residências para ensaios e gravações de CDs com:

Filipa Oliveira, flauta de bisel, Hugues Kesteman, fagote, Remi Kesteman, violoncelo barroco, João Janeiro, cravo reúnem-se de novo em Mateus para completar a gravação, iniciada em setembro de 2017, das sonatas de Galliard, entre os dias 19 e 22 de Abril. O conjunto realizará também um concerto público em Mateus.

– A Cappella dei Signori, constituído por entre 5 a 10 intérpretes, prevê uma residência artística entre os dias 3 e 6 de Maio, do grupo de cantores, e instrumentistas especializados no repertóro português dos sécs. XVI a XVIII, sob a direção de Ricardo Bernardes e com o apoio de Tiago Daniel Mota e Márcio Soares Holanda, para realizar um intenso trabalho de ensaios, com ênfase no repertório vocal polifónico do Norte de Portugal que resultará num concerto na Capela de Mateus.

– O Ensemble de Musica Antiqua de Provence, constituído por 12 intérpretes, dirigido por Christian Mendoze, com o programa “La Route des Caravelles”, de música barroca ibérica e latino-americana para gravação de um CD. Este projecto de residência, previsto para o mês de Agosto, (aguarda-se confirmação data), inclui também um concerto público com as obras gravadas.

– O Americantiga Ensemble, constituído por entre 8 a 10 intérpretes, dirigido por Ricardo Bernardes, em resultado do projecto “Rota de Nasoni” com repertório polifónico do Norte de Portugal, prevê a gravação de um CD em Mateus.

 

Dagoberto Linhares

Dagoberto Linhares regressará novamente à Casa de Mateus, com os seus alunos finalistas do conservatório de Lausanne. De acordo com a tradição dos anos anteriores, no final do curso de 2018, realizará um concerto final.