Inserido no Seminário O Futuro do Passado,  que marcou o arranque do projeto Lugar Comum, a Fundação da Casa de Mateus apresentou, no dia 1 de Julho, às 18:00, a Exposição Lugar Comum, da autoria de Joaquim Moreno e Ivo Martins. A partir de quatro casos de estudo, pequenos laboratórios ecológicos, patrimoniais, sensoriais e culturais, a exposição interroga os territórios físicos e conceptuais em que se move a Fundação da Casa de Mateus e a sua relação com a urbanidade envolvente.

Segui-se  um debate que contou com a presença do Eng. Rui Santos, Presidente da Câmara Municipal de Vila Real.

A moderação ficou a cargo de Alberto Baptista e Teresa Albuquerque, sendo que a mesa ficou composta por Adriano de SousaAlfons CornellaPaulo Ferrão e Joaquim Moreno.

 

Lugar Comum” é um projeto de 18 meses de formação e investigação desenhado para a Fundação da Casa de Mateus, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito do qual, a sua estrutura e equipa, serão questionados, visando novos modelos de gestão do património, turismo cultural e enologia. Terá início em Julho de 2019 com um seminário internacional intitulado “O Futuro do Passado”, destinado a definir a base e a estrutura geral do projeto.