Programa conjunto da Universidade de Trás-os-Montes e Alto-Douro e da Fundação da Casa de Mateus que se centra no debate de ideias e práticas de inovação e sustentabilidade.

“Eco-Mateus” é um programa que assenta no trinómio cultura-criatividade-inovação, e na ideia da transição de uma lógica de ego-sistema para uma lógica de eco-sistema económico, social e cultural (Otto Scharmer e Kathrin Kaufer, 2013). Uma lógica capaz de ajudar a dar respostas aos desafios fundamentais que resultam da transformação paulatina e irreversível daquilo que foi condição de progresso, em risco para o homem. A
transformação civilizacional que esta transição supõe é de ordem de grandeza semelhante às transformações tecnológicas e culturais que lhe estão subjacentes e justifica o empenho de todos para que o processo em curso seja o mais inclusivo possível. “Eco Mateus” é uma iniciativa direcionada para as especificidades da Região do Douro e de Trás-os-Montes, procurando trazer ao debate exemplos de todos os pontos do planeta, ideias e metodologias que contribuam para aumentar a consciência do tempo presente, ou seja a capacidade de antecipação e resposta dos agentes, empreendedores e das organizações aí sediados aos problemas imediatos e às incógnitas que o futuro nos traz.
“Eco Mateus” começa cada ano com uma conferência por um orador internacional, seguida de um atelier de trabalho durante o Verão; uma mini-escola de inovação, cujo objetivo é dotar os participantes de capacidades acrescidas de perceção e resolução de obstáculos à realização de problemas ou de projectos.
“Eco Mateus” pode incluir iniciativas ao longo do ano que contribuam para as reflexões que lhe estão subjacentes e pode também cruzar com outros programas que as entidades parceiras desenvolvem.
“Eco Mateus” é uma iniciativa da UTAD e da FCM e realiza-se em parceria com especialistas internacionais em inovação.
Em 2018 o programa “Eco Mateus” inclui:

 

 

Evento no Facebook

 

Clique aqui para descarregar o programa de 2018.