Contratenor, nasceu em São Paulo (Brasil). Começou os seus estudos musicais na Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa, onde estudou Canto com a Professora Filomena Amaro e com a Professora Ana Paula Russo, de 2014 até 2017. Actualmente frequenta a Licenciatura em Canto na Escola Superior de Música de Lisboa, sob a orientação da Professora Sílvia Mateus.
Foi vencedor do 1º Prémio na 10ª Edição do Concurso Nacional de Canto dos Conservatórios Nacionais Oficiais, em 2016.

Tem participado em diversas Masterclasses com professores e músicos nacionais e internacionais, como Maria Cristina Kiehr, João Paulo Santos, Geert Berghs, Adam Wolf, Pierre Mak.

Possui um reportório variado, de canções renascentistas, Óperas e Oratórias Barrocas de Schütz, Monteverdi, Purcell, Vivaldi, Händel, Bach, Pergolesi, entre outros.
Faz também parte do seu reportório ciclos de canções como Winterreisse de F. Schubert, Gedichte der Königin Maria Stuart de R. Schumann, 3 Shakespeare Songs de R. Quilter, Sea Pictures de E. Elgar, Les Nuits d’été de H. Berlioz, Lieder nach Shakespeare de E. W. Korngold, Canções de Purcell realizadas por B. Britten, canções de Fauré, Schumman, entre outros.

Participou como solista no Ciclo de Música do Convento dos Capuchos, como membro do Ensemble Aures Serva, com direcção do cravista Nuno Oliveira. No mesmo ano cantou o Te Deum de Marc-Antoine Charpentier com o Coral de São José (Açores), sob a direcção de Luís Filipe Carreiro. Participou na estreia Nacional da Missa Concertata de Antonio Leal Moreira, dirigido pelo Maestro Tiago Marques. Também cantou como solista o Requiem de Mozart, sob a direcção do Maestro Jean-Sébastien Béreau. Em 2017 participou nos Dias da Música do Centro Cultural de Belém, onde teve a oportunidade de trabalhar com o Ensemble MPMP, com direcção de Jan Wierzba, e com o grupo Os Músicos do Tejo, sob direcção de Marcos Magalhães. Cantou o papel de Espírito na Ópera Dido e Eneias de Henry Purcell, juntamente com a Classe de Música Antiga do Conservatório Nacional, sob a direcção da Professora Helena Raposo.
Participou também da gravação do CD da Ópera Il Mondo Della Luna do compositor Pedro António Avondano, com Os Músicos do Tejo e sob a direcção de Marcos Magalhães.
Ainda no ano de 2017 participou de diversos outros concertos e do Festival de Música de São Roque, onde cantou com o Ensemble Americantiga, e também do Festival da EGEAC Natais em Lisboa, onde cantou com Os Músicos do Tejo reportório polifónico dos séculos XV/XVI/XVII. No mesmo festival também cantou como Solista na Oratória de Natal de Camille Saint-Saëns, com o Ensemble Bomtempo, sob direcção de Nathanael Júnior.

No ano de 2018 teve a honra de participar no Festival Internacional de Música de Guimarães, juntamente com o grande pianista Nuno Vieira de Almeida, onde interpretou o Canticle IV “The Journey of the Magi”, de Benjamin Britten.
Ainda em 2018 participou nos Dias da Música, onde interpretou o Stabat Mater de Pergolesi, junto da Escola de Música do Colégio Moderno, sob a dir. do Maestro Frederico Projecto. Ainda nos Dias da Música participou também com Os Músicos do Tejo do programa intitulado “Veneza e os limites da moralidade”, onde cantou obras de compositores como Monteverdi, Orlando di Lasso, Cipriano de Rore, entre outros.

Trabalha regularmente com o Ensemble Cappella dei Signori (Dir. Ricardo Mateus), grupo que visa recuperar a sonoridade específica da Capela Real Portuguesa durante os séculos XVI a XVIII em que os coros eram formados exclusivamente por homens e, especialmente a partir do reinado de d. João V, eram em grande parte castrati de origem italiana.
Como cantor convidado, trabalha com os grupos Lisboa a Cappella, Os Músicos do Tejo, Ensemble Americantiga, Avres Serva, Ensemble MPMP, entre outros.

Please follow and like us:
0