Ana Luísa Amaral. Autora de mais de três dezenas de livros, quer de poesia, quer de teatro, quer de ficção, quer infantis. Traduziu diferentes autores, como Emily Dickinson, William Shakespeare ou John Updike. Os seus livros estão traduzidos e editados em países como Inglaterra, Brasil, França, Espanha, Suécia, Itália, Holanda, Colômbia, Venezuela, México ou Estados Unidos da América. As suas obras mais recentes em Portugal são What’s in a Name (poesia, Assírio & Alvim, 2017) e Arder a Palavra e Outros Incêndios (ensaio, Relógio D’Água, 2017). Os seus mais recentes livros no estrangeiro são Oscuro (trad. Luis María Marina, Zaragoza, Olifante, 2016), The Art of Being a Tiger (trad. Margaret Jull Costa, Dartmouth, UK, 2016 e Tagus Press, USA, 2017) e What’s in a Name (New Directions, USA, 2019). Obteve várias distinções, como a Medalha de Ouro da Câmara Municipal de Matosinhos e a Medalha de Ouro da Câmara Municipal do Porto, ambas por serviços à Literatura, e diversos prémios, entre os quais o Prémio Literário Correntes d’Escritas, o Premio di Poesia Giuseppe Acerbi, o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores, o Premio Internazionale Fondazione Roma,  ou o Prémio PEN, de Ficção. Tem, com Luís Caetano, um programa semanal na Antena 2 sobre poesia, O som que os versos fazem ao abrir.

 

 

ANA LUÍSA AMARAL has published over thirty books of poetry, a play, a novel, essays, and several books for children. She was translated into over twenty languages and published in several countries. She herself has translated the poetry of Emily Dickinson, William Shakespeare or John Updike. A collection of her poems has recently come out in the USA (The Art of Being a Tiger, transl. Margaret Jull Costa, Tagus Press, 2018) and another one will also come out in the USA, with New Directions (What’s in a Name, transl. Margaret Jull Costa, 2019). She was awarded national and international prizes and distinctions, among which the Medal for Services to Literature from the cities of Paris and Porto, the Correntes d’Escritas/Casino da Póvoa Prize, the Giuseppe Acerbi Prize for Poetry, the Great Prize of the Portuguese Association of Writers, the Prize PEN for Fiction or the Fondazione Roma International Prize. Apart from writing poetry, her academic research fields are Feminist and Queer Studies.

Please follow and like us:
0