O Segundo Conde de Mangualde e as Incursões Monárquicas
Da República à Monarquia do Norte

A carregar Eventos

Apresentação

Esta mostra evoca o contexto histórico e a participação de D. Fernando de Almeida Cardoso de Albuquerque, 2º Conde de Mangualde, em toda a turbulência que se segue à Instauração da República, em 1910, e que desembocará na Monarquia do Norte, breve restauração monárquica que durará pouco menos de um mês, entre Janeiro e Fevereiro de 1919.

Explora os manuscritos de D. Maria Teresa de Sousa Botelho e Melo, a 2ª Condessa de Mangualde, bem como a extensa correspondência que trocou com o marido, através da qual temos acesso a uma visão particularmente rica e vivida de todos os acontecimentos.

 

D. Fernando de Almeida Cardoso de Albuquerque, 2º Conde de Mangualde, e D. Maria Teresa de Sousa Botelho e Melo, 5ª Condessa de Vila Real, 4ª de Melo, 2ª de Mangualde

Filho do 1º Conde de Mangualde, D Fernando de Almeida Cardoso de Albuquerque concluiu o curso de artilharia na Escola do Exército (Lisboa) no ano de 1894. Engenheiro fabril do exército, esteve no centro dos acontecimentos relacionados com as incursões monárquicas. Casou com D. Maria Teresa de Sousa Botelho e Melo em Setembro de 1900. As Memorias da Condessa de Mangualde, publicadas em 2002 por iniciativa de seu neto D. Fernando de Sousa Botelho de Albuquerque, permitem-nos perceber de que modo a valentia monárquica do 2º conde de Mangualde afetou toda a família, dando-nos uma contextualização nacional do período 1910/1920.

 

No dia 18 de Maio de 2019, às 15h00, realizar-se-á, no âmbito do Ciclo de Conversa sobre Arte, Ciência e Cultura – CCACC, a Conversa com o Tenente-General Alexandre de Sousa Pinto acerca dos 100 Anos da Monarquia do Norte.

A entrada é livre, com uma lotação limitada, pelo que se sugere inscrição prévia através do email:  cultura@casademateus.pt

 

Para download do cartaz, clique aqui.