Organização: Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental (IELT e IHC, NOVA-FCSH) e Fundação Casa de Mateus

Data: 7 de Março de 2020 | 9h30-16h45

Local: Fundação da Casa de Mateus

A carregar Eventos

‘Imagens do (ir)real: figurações do espaço transmontano e duriense na literatura portuguesa’ junta, numa mesma interpelação, olhares sobre as obras de Ferreira de Castro, Guerra Junqueiro, Branquinho da Fonseca, Miguel Torga, António Cabral, A. M. Pires Cabral e Mário de Carvalho e procura nelas as aflorações literárias da paisagem duriense, dos seus protagonistas e dos seus hábitos culturais.

Integrado na linha de investigação ‘Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental’ tem como objetivo ligar literatura e território, potenciando a recíproca valorização das obras literárias e das paisagens nelas representadas e contribuir para um conhecimento cruzado dos patrimónios cultural e natural, enquanto concorre para a literacia ambiental e contribui para a implementação da Convenção Europeia da Paisagem, na definição dos objetivos de qualidade paisagística a preservar e a valorizar.

Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental é um projeto de investigação interdisciplinar desenvolvido pelo Instituto de Estudos de Literatura e Tradição, em parceria com o Instituto de História Contemporânea, ambos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, e ainda com a Fundação Eça de Queiroz e a livraria Fabula Urbis.

 

 

 

 

Programa:

09:30-10:00 – Abertura do seminário – Teresa Albuquerque e Natália Constâncio

 

10:00-10:30 – Apresentação do projecto “Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental” por Daniel Alves (Instituto de História Contemporânea – IHC NOVA-FCSH)

 

10:30-11:00 – Apresentação do projecto “Páginas / Paisagens Luso-Brasileiras em Movimento” por Ida Alves (Universidade Federal Fluminense – UFF – Niterói – Rio de Janeiro)

 

11:00-11:15 – Pausa para café

 

11:15-12:45 – Primeiro painel

Ana Cristina Carvalho, “Terra Fria – Um romance castriano sobre o Alto Barroso” (Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais – CICS.NOVA NOVA-FCSH)

Lídia Machado dos Santos, “A paisagem (humana e geográfica) na obra de Guerra Junqueiro” (Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança – ESEIPB)

Maria Mota Almeida e Luís Branquinho, “Os Caminhos d’ O Barão: passear nas terras de Basto na companhia de Branquinho da Fonseca” (ESHTE e Instituto de História Contemporânea – IHC NOVA-FCSH)

 

13:00-14:30 – Almoço

 

14:30-16:15 – Segundo painel

Ida Alves, “Miguel Torga e sua geografia nativa: paisagens transmontanas” (Universidade Federal Fluminense – UFF – Niterói – Rio de Janeiro)

Ana Lavrador, “Percursos e discursos centrados no romance A Noiva de Caná, de António Cabral” (Centro Interdisciplinar em Ciências Sociais – CICS.NOVA NOVA-FCSH)

Isabel Alves, “Voz de uma região, matéria do mundo: a expressão da paisagem em A. M. Pires Cabral.” (Centro de Estudos em Letras, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro – CEL-UTAD)

Natália Constâncio, “Alimentação e quotidiano de Trás-os-Montes na obra A Paixão do Conde de Fróis, de Mário de Carvalho” (Instituto de Estudos de Literatura e Tradição – IELT NOVA-FCSH)

 

16:30-16:45 – Encerramento

 

 

Para mais Informações: cultura@casademateus.pt