A carregar Eventos

Orquestra Barroca de Mateus | 13 de Agosto de 2019

Dir. Ricardo Bernardes

Fundación Vicente Risco e Casa de Mateus

 

De Pergolesi a Almeida Mota: Portugal e Galiza – Música e Cultura no Séc. XVIII

No séc. XVIII imperava a música italiana por toda a Europa, tendo figuras notáveis como Handel e Mozart a escreverem no melhor estilo napolitano. Na Península Ibérica não foi diferente, sendo terra de excelentes compositores que souberam absorver e adaptar as diversas linguagens musicais que cá chegavam para criarem suas próprias obras. Este concerto propõe uma digressão circular, uma viagem sonora que parte das raízes do barroco musical napolitano com Alessandro Scarlatti e Giovanni Pergolesi – e suas influências em Portugal e na Galiza, para um retorno às origens estilísticas com o célebre Stabat mater do mesmo Pergolesi. O compositor português João Pedro de Almeida Mota é a figura central deste concerto. Compositor que escreveu tanto música sacra latina, quanto vilancicos em castelhano e ópera em italiano, Almeida Mota é dos melhores exemplos dos músicos e das músicas que circularam entre as duas regiões nesse período. Almeida Mota formou-se em Lisboa e trabalhou em Braga para partir para Mondonhedo, Tui e Santiago de Compostela antes de passar por Lugo e Astorga para terminar seus dias no privilegiado posto de um dos compositores da Capela Real em Madrid.

 

PROGRAMA

 

Nápoles

Alessandro Scarlatti  (1660 – 1725)

Salve regina para 2 vozes e orquestra

Lisboa

Pedro António Avondano (1714 – 1782)

Sinfonia para cordas em fá maior

Galiza

João Pedro de Almeida Mota (1744 – 1817)

Mi sento il cor trafiggere, aria para contralto e orquestra

Mondonhedo

Ya se acerca la nave deseada, vilancico para alto solo e orquestra

Tui

 

Lisboa

Policarpo José António da Silva  (1745 – 1803)

Concerto para violoncelo obligato e cordas

 

Nápoles – retorno às origens

Giovanni Baptista Pergolesi (1710 – 1736)

Stabat mater a 2 vozes e orquestra

Orquestra Barroca de Mateus

 

Direção musical: Ricardo Bernardes

Mariana Castello-Branco           soprano

Arthur Filemon                             alto

 

Tera Mary Shimizu           violinos I

César Nogueira

Miguel Simões

 

Álvaro Pinto                      violinos II

Raquel Cravino

 

Paul Wakabayashi           viola

 

Ana Raquel Pinheiro       violoncelo

Marta Vicente                   contrabaixo

 

Catarina Sousa                 cravo

 

 

Please follow and like us:
0